Marketing de Busca como ferramenta contra a concorrência

July 21st 2008

Que empresário não gostaria de digitar o nome de sua empresa no Google e ver o seu site entre os primeiros da lista do buscador mais acessado em todo o mundo? Isso é possível, através da SEO (Search Engine Optimization), que em português significa Otimização de Sites e Buscas. O SEO nada mais é do que a otimização de uma página (ou até do site inteiro) para ser melhor compreendido pelas ferramentas de busca. “A conseqüência da utilização das técnicas de SEO é o melhor posicionamento de um site em uma página de resultados em uma busca”, explica o diretor da 2Pontos Web Experts, Arthur Grec.

Estar entre os primeiros é mesmo importante: uma recente pesquisa apontou que 97% das pessoas que fazem buscas no Google não fazem clicks além da terceira página (ou dos 30 primeiros resultados). Levando-se em conta que 40% dos compradores online escolhem o Google para localizar lojas e comparar preços, estar ou não bem posicionado nesse ranking faz a diferença para o seu site ou negócio. E o fato de estar entre as 30 primeiras posições pode aumentar o número de acessos em aproximadamente 5 vezes no primeiro mês, e 9 vezes no segundo mês, já que o crescimento de visitante online é exponencial.

Embora esteja provada a importância de possuir um site otimizado, no Brasil, apenas 2% deles possui a otimização. Os outros 98% não estão preparados para isso. “É possível reverter um site e fazer dele um espaço otimizado, mas leva um certo tempo e é mais difícil do que já criar o site otimizado”, ressalta Arthur Grec, que completa dizendo que as empresas que trabalham com otimização de sites já prontos, cobram um valor que varia entre R$ 450,00 e R$ 1.400,00, a depender da complexidade do trabalho. “Na 2Pontos os sites novos já estão sendo criados com otimização para os sites de busca, sem custo extra para o cliente. O que está gerando bons resultados para o cliente e para nós, pois ter nossos sites desenvolvidos entre os primeiros da lista e com muitos acessos ajuda na divulgação da nossa marca”, conclui Arthur.

Mecanismos do SEO

Embora o SEO seja uma prática sem garantias, ou seja, nenhuma empresa ou pessoa possa assegurar que seu site fique em primeiro lugar em uma busca – pois o único capaz disto seria o próprio site de busca como o Google ou o Yahoo, os resultados têm sido animadores. O SEO surgiu com a nova geração de sites de busca. Antes dela, a organização dos links em uma páginas de resultado era alfabética. Na nova geração, o posicionamento passou a depender da relevância. Esta relevância é definida por algoritmos, que são cálculos que servem para definir o quanto uma página é importante. Um dos mais conhecidos algoritmos de busca é o Google PageRank.

Não se deve confundir o SEO com links patrocinados, pois no segundo você pode pagar para ter a garantia de ficar na frente de outros resultados, podendo ficar até em primeiro se estiver disposto a pagar o preço.

Os fatores que influenciam o posicionamento das páginas são guardados a sete chaves pelos sites de busca. Porém, ao longo do tempo, foi possível identificar as melhores práticas que se resumem em empregar o bom senso na criação e estruturação de um site. O SEO também depende da palavra-chave que é o termo que você usa em um busca. Dependendo de quais palavras você utiliza, serão exibidas páginas diferentes em posições diferentes.

O SEO pode ser dividido em fatores internos, que são relacionados ao site (endereços claros e títulos de página racionais) e externos, que analisam como os outros sites se relacionam com o site (quantidade de links apontando para o site). A depender desses fatores, as páginas são pontuadas pelos sites de busca para que ele possa determinar a relevância da pagina e quais as palavras-chave relacionadas a ela. O Google utiliza um sistema de pontuação de 0 a 10 que é o PageRank.

Lado Negro do SEO

Existe também o lado negro do SEO, conhecido como Black Hat Seo. Nele, são utilizadas técnicas que tentam enganar os algoritmos das ferramentas de busca para melhorar o posicionamento da página como uso de texto invisível ou de exibir conteúdo diferente para pessoas e sites de busca. Quando descobertos, os sites de busca podem punir os sites que utilizam estas práticas diminuindo a importância do site ou chegando a excluí-lo da sua busca.

Ferramentas de busca na Web

A busca na web é dividida em três partes: coleta de páginas, que é feita pelos web crawlers, que são programas que varrem a rede coletando os dados que encontra nos sites; análise das páginas, onde o conteúdo armazenado é tratado para identificar como ele deve ser indexado; e a última parte, que é a mais transparente para todos, é a página de resposta que mostra uma listagem de páginas relacionadas ao item pesquisado, por ordem de relevância

Posted by Arthur Grec under 2pontos | No Comments »